Palestra Online Capela Santa Cruz do Glicério - Memórias Reveladas - Jornada do Patrimônio SP 2020

 

Ilustração Camila Giudice

Descrição da Atividade: A Capela de Santa Cruz do Glicério existiu até meados da década de 1950 na atual Praça Dr. Mário Margarido (antigo Largo Conde de Sarzedas). Erigida por volta de 1870, ficava às margens do Rio Tamanduateí em um local ermo e frequentado pela comunidade negra para realização das suas festas de tambaque. A partir de 1889 foi palco das festas de 13 de maio. Pouco lembrada, a capela teve sua história resgatada por Thais Matarazzo que compartilhará com o público essas memórias paulistanas.

#nossasmemórias #JornadaDoPatrimonioSP #capelasantacruzdogliceriosp #thaismatarazzoescritora #históriapaulistana #bairroliberdadesp #jornadasp


Comentários

  1. A capela provavelmente foi demolida em fins da década de 1960. Em 1963~1964 eu cheguei a entrar nela que estava totalmente abandonada. Bem na sua frente e ao lado, a molecada brincava de bolinha de gude onde nos jardins mal cuidados, faziamos as covinhas para a brincadeira citada.

    ResponderExcluir

Postar um comentário