Letramento Crítico

Por Márcia Villaça da Rosa

Universitários, estudantes, pós-graduandos e outros tipos de leitor podem ser identificados por suas características. Qual o tipo de leitor será você?!

Basicamente, pode-se classificar três tipos de leitor - o contemplativo, o fragmentado e o imersivo ou "virtual".

O leitor meditativo trabalha solitariamente, sem pressa para terminar a leitura. Já o leitor fragmentado, é conhecido como fruto da Revolução Pós-Industrial, e faz suas leituras com pressa, rapidamente.... é o leitor de textos publicitários, propaganda, produtos e textos de materiais à venda, entre outros.

Por fim, o leitor imersivo ou "virtual", é mais crítico, analítico. Como propôs o pensador e psicólogo suíço Jean Piaget, o leitor crítico também é fruto de uma educação mais cognitiva e construtivista, porque Piaget acreditava que deve-se formar estudantes e alunos críticos e ativos diante do conteúdo que lhes for proposto em sala de aula.

Leitura é exercício e reflexão, sem dúvida. Mesmo diante de um texto muito complexo, o leitor pode se desdobrar diante de caminhos que o levam a decodificar as mensagens e o sentido do texto proposto. E melhor o escritor ou autor do texto vai se reconhecer se souber qual TIPO DE LEITOR ele é...

Há inúmeros outros tipos de leitor a saber, o leitor ativo, o woorkhallolic, o passivo, entre outros. Segundo o pensador Vygotsky: "... é através dos outros que nos tornarmos nós mesmos", frase indubitável, que explica o sentido da necessidade do "outro" para que a sociedade e suas relações estabeleça verossimilhança entre os próprios humanos. Para melhor nos reconhecermos, devemos nos procurar seja na prática da leitura e da escrita, seja em outras atividades.

Para finalizar, a máxima do pensador Skinner: ".... o livro traz a vantagem de a gente pode estar acompanhado e ao mesmo tempo só..."

Comentários